Realeza, 19 de outubro de 2021 - Paraná - BR

Notícias

Autor: Admin

Realeza adota o Plano de Retomada da Economia

Realeza adota o Plano de Retomada da Economia: Está em andamento ampla pesquisa com lideranças locais

Realeza integra esforços de lideranças e vive um desafio voluntário para a transformação do presente e do futuro. São ações que fazem parte do Plano de Retomada da Economia que une a Prefeitura Municipal e o Sebrae Paraná. Uma iniciativa que tenta reverter a tendência de impactos negativos do Covid-19 no PIB – Produto Interno Bruto do município e seus impactos. Os trabalhos do Plano de Retomada iniciaram em março deste ano e envolvem a capacitação do Grupo Gestor da Força Tarefa de Potencialização da Economia.
Para o prefeito Paulo Cezar Casaril a economia vem enfrentando desafios grandes a partir da pandemia. “Tivemos cerca de 30 falecimentos, o que é algo irreparável e que machuca nossas famílias e, ao mesmo tempo nos deparamos atividades que enfrentam sérias dificuldades como as dos setores de eventos, de alimentação, academias e hotelaria. Outros até vivem momento positivo como supermercados e farmácias.”
O fato é que, frisa o prefeito, que não podemos nos desanimar e temos que entender que a pandemia passará e devemos, muito antes disso, traçar estratégias e adotar ações para uma aceleração na retomada econômica, o que é positiva, também, no campo social pois interfere na geração de empregos e melhores salários.
Houve a formação e estão ocorrendo as capacitações, dentro da metodologia SEBRAE, da Força Tarefa, composta por 26 líderes que, em sua primeira iniciativa, viabilizou uma ampla pesquisa sobre os desafios econômicos de Realeza e a compreensão dos impactos gerados pela pandemia do Covid 19 no município, o que servirá de base para a tomada de decisão sobre projetos e ações. Segundo Auria, “Realeza tem desafios a serem enfrentados como a tendência de decréscimo e envelhecimento populacional até 2040. O Plano de Retomada da Economia evidencia que o empenho, a dedicação e a mobilização dos envolvidos garantirá bons frutos. É possível transformar a partir de um novo movimento das próprias lideranças comunitárias.”
No estudo ficou evidenciado que a fabricação de produtos alimentícios impactou no crescimento de mais de 206% no valor adicionado fiscal, algo que ocorreu antes da pandemia e indica uma tendência que deve ser buscada. “A Força Tarefa está realizando uma pesquisa na cidade que envolverá pelo cerca de 370 lideranças empresariais dando parâmetros para as próximas ações”, comenta o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Lucas Canzi, membro da Força Tarefa ressaltando que tal volume de coleta dará 95% de confiabilidade em relação ao universo, ou seja, a população total.
Lucas Canzi entende que é fundamental se antecipar ao futuro. “Temos desafios e a necessidade de entendermos a visão das lideranças e definirmos os caminhos a tomar e partir em busca das mudanças necessárias para mudarmos tendências que não queremos que se materializem.” Lucas pede que as lideranças acolham bem os entrevistadores e passem as informações da forma mais sincera possível pois, assim, Realeza poderá ter rumos mais assertivos e alinhados às expectativas coletivas.
Maria Auria Muhlmann, da coordenação do Projeto no SEBRAE PR agradece ao prefeito, ao secretário municipal e demais envolvidos na iniciativa pelo empenho e pelo foco verdadeiro em ver transformadas realidades. “Realeza é um município agradável e de muitas potencialidades e não há dúvida que a visão coletiva poderá dar caminhos para que todos alcancem o futuro dos sonhos.”
Próximos passos
Concluída a pesquisa e tabulados os dados haverá a definição das forças estratégicas de ação, com a intensificação das frentes estratégicas. “Será um momento importante para debater o que nossas lideranças pensam, comparar com indicadores econômicos e definir os rumos ideais para o futuro que desejamos, partindo para a ação prática transformadora”, conclui o prefeito Paulo Cezar Casaril ressaltando que a ausência de ações também impacta o futuro e esta não é a opção da comunidade de Realeza que, mesmo diante de tamanha crise, acredita na força de seu povo no enfrentamento das dificuldades.

Redação: Jornalista Marcelo Dalle Teze (SEBRAE/PR)
FOTOS: SEBRAE/PR

Skip to content