Realeza, 07 de fevereiro de 2023 - Paraná - BR

Notícias

Autor: Evandro Frizzo

A Secretaria Municipal de Saúde e o departamento de Vigilância Sanitária do município de Realeza, intensificam os trabalhos neste final de ano, e estiveram realizando vistorias em estabelecimentos comerciais do município.

Os fiscais verificaram nos estabelecimentos a validade dos produtos, temperatura recomendada pelo fabricante para armazenamento, bem como possíveis alterações ou violações na embalagem. A legislação sanitária não permite que alimentos comercializados congelados sejam descongelados e novamente congelados, pois esta prática pode colocar em risco a saúde das pessoas, já que permite o crescimento de bactérias e a produção de toxinas nocivas.

O secretário de Saúde João Carlos, também orienta que a população observe a aparência e a procedência do produto na hora da compra. Além disso, neste momento, a recomendação é que a população prefira alimentos não perecíveis ou que tenham um prazo de validade maior.“Os consumidores devem ficar atentos a qualquer alteração de cor, textura ou odor desagradável que possa indicar que o alimento esteja estragado, principalmente em relação a carnes, pescados, queijos e outros embutidos”, reforça a Vigilante Sanitário Adriély Culpani.

Skip to content