Notícias

Realeza, PR °min °max

Ministério da Saúde anuncia recursos para criação de UPA em Realeza

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (06), a seleção de projetos para construção e ampliação de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs 24 horas) e Unidades Básicas de Saúde (UBS). Os benefícios chegarão a 29,6 milhões de pessoas de 2.265 municípios de 21 estados do país.

Realeza é um dos municípios beneficiados pelo Ministério da Saúde, e receberá recursos para criação de uma UPA ampliada, unidade que recebe incentivo financeiro de investimento para acréscimo de área a uma edificação já existente, além de incentivo de mobiliário, materiais e equipamentos. No município, a UPA funcionará no Pronto Atendimento do Hospital Municipal Nossa Senhora Aparecida, aberto em 2010 pela Administração Municipal.

Em todo o país serão repassados recursos federais para a construção de 136 novas UPAs e para ampliação de outras 56. Ao todo, serão investidos R$ 880 milhões, sendo R$ 331,2 milhões para as UPAs. Os recursos fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

”Esses novos serviços para a população representam o compromisso do Governo Federal em aumentar o acesso, com qualidade, dos cidadãos aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). As UPAs e UBS estão inseridas nas redes prioritárias do Ministério da Saúde, que buscam desafogar os atendimentos nas emergências e ampliar a assistência especializada”, destaca o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Apoio às emergências – Responsáveis por prestar atendimento de média complexidade, como vítimas de acidentes e problemas cardíacos, as unidades contribuem para desafogar as urgências dos hospitais do SUS e reduzir o tempo de espera por atendimento. Nas localidades em que estão em pleno atendimento, as UPAs dão conta de atender, sem necessidade de encaminhamento ao pronto-socorro hospitalar, 97% dos pacientes que as procuram.

As UPAS 24h estão inseridas na rede Saúde Toda Hora, que está reorganizando o atendimento de urgência e emergência dos hospitais do SUS. A rede integra, além dos hospitais, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), que organiza o fluxo de atendimento e encaminha o paciente ao serviço de saúde adequado à situação.

Nessas unidades, o paciente é avaliado de acordo com a classificação de risco, podendo ser liberado ou permanecer em observação por até 24 horas, ou se necessário, ser removido para um hospital de referência.

Além de Realeza, no Sudoeste do Paraná, o município de Santo Antonio do Sudoeste também receberá recursos do ministério para construção de uma Unidades de Pronto Atendimento.

”A saúde é uma das prioridades da Administração Municipal de Realeza, e com mais este recurso o Pronto Atendimento Municipal passará a ser uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), beneficiando cada vez mais quem necessita de atendimentos na área. Graças ao bom relacionamento com o Governo Federal, Realeza é novamente beneficiada, agradeço também ao deputado federal Zeca Dirceu, ministro Paulo Bernardo, e ministra Gleisi Hoffmann, que fazem o intermédio de diversos recursos”, salienta o prefeito de Realeza, Eduardo André Gaievski (PT).