Realeza, 18 de junho de 2019 - Paraná - BR

Notícias

Autor: Admin

1ª SEMANA DO LEITE EM REALEZA

Realizado entre os dias 03 e 07 de junho a 1ª Semana do Leite em Realeza, que foi uma metodologia de Extensão Rural reaplicada com objetivo de valorizar os produtores de leite e sua atividade, em razão da importância econômica e social.

A “Semana do Leite” foi idealizada para públicos diferenciados, como jovens, mulheres e produtores, abrangendo diretamente 227 participantes de diferentes tipos de sistemas de produção. Na ocasião foram repassados conteúdos para formação, atualização e melhoria dos processos de produção leiteira através da mobilização e envolvimento dos diversos elos da cadeia produtiva.

O Instituto EMATER e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agropecuário e Meio Ambiente – SEDAMA contaram com a adesão da Universidade Federal Fronteira Sul – UFFS, indústria local através do LATCO, também as empresas AVESSIL, GAÚCHA Veterinária, Bonetti AgroNutri e o consultor Medico Veterinário Anderson Bedin que representou a assistência técnica privada. Cada participante contribuiu com ações de conteúdo tecnológico atualizado.

O Extensionista César Paz, satisfeito com a mobilização e alcance da metodologia, concluiu que a complexidade de produzir leite e os desafios do produtor, serão vencidos, somente através do aprofundamento do conhecimento técnico, que influi no processo de decisão, nas escolhas e acertos quanto a produtos e serviços.

Segundo a Secretaria de Estado de Agricultura – DERAL, a produção de leite no município é 27.200.000 litros de leite por ano ou 74.500 litros de leite por dia. O faturamento bruto do leite produzido no município é de mais de 32 milhões de reais por ano, significando um valor mensal circulante de dois milhões e setecentos mil que circula na economia local.

O Secretário Municipal de Agricultura Darlei Andreolli comentou sobre a importância da Cadeia Produtiva do Leite, que gera mais de 2.000 ocupações ou empregos diretos e indiretos no município cumprindo importante função social, fator determinante para o engajamento de toda equipe técnica da Prefeitura Municipal em especial o Medico Veterinário Lucas Queiroz que atende os programas municipais em curso.

Na oportunidade o Prefeito Municipal Milton Andreolli valorizou o esforço conjunto que resultou em absoluto sucesso da iniciativa articulada pela EMATER e Secretaria de Agricultura com adesão de diversos segmentos da cadeia produtiva, ainda em sua fala ressaltou a importância dos investimentos realizados no campo como adequação de estradas para facilitar o escoamento da produção. O encerramento teve ainda  avaliação detalhada dos acontecimentos técnicos da Semana do Leite, que contou presença dos parceiros envolvidos, convidados e lideranças locais e regionais como o Gerente Regional do EMATER Orley Jayr Lopes. 

EVENTOS DA SEMANA 1ª SEMANA DO LEITE DE REALEZA

Visita Técnica de Jovens Rurais a faculdade de Medicina Veterinária da UFFS, sendo recebidos por alunos do Programa de Educação Tutorial – PET e os professores Adalgisa Pinto Neto, Marcelo Falci Mota e Jonatas Cattelam que repassaram informações sobre as diversas possibilidades de apoio da UFFS a comunidade

Reunião Técnica sobre Nutrição e Conversão alimentar em bovinos de leite com o Consultor Alexandre Crestani e o Med. Vet. Maicon Dal Molin da Bonetti AgroNutri. A demonstração de volume correlacionado aos teores nutricionais de uma dieta foram o ponto alto da apresentação, bem como as implicações positivas sobre a saúde dos animais, produtividade e reprodução

Na “Semana do Leite” ocorreu o 1º Encontro de Queijo Artesanal, organizado pelo Med. Vet. Lucas Queiroz da SEDAMA e conduzido pelo Extensionista Marcos Rogério dos Santos do EMATER que tratou sobre “Boas práticas de fabricação” e a Professora da UFFS Dra. Karina Starikoff que abordou aspectos da legislação atual. O evento atendeu ao público específico de Unidades Familiares que se dedicam a fabricação de queijo para comercialização direta a população e pequenos estabelecimentos. É intenção da SEDAMA mobilizar os empreendedores visando a melhoria da qualidade dos produtos e sua legalização junto aos órgãos sanitários.

As Mulheres Rurais foram convidadas em grupos para conhecer a Indústria LATCO observando a produção contínua e automatizada de queijos através de modernos equipamentos. Também acessaram os procedimentos laboratoriais de controle da qualidade do leite o que impressionou as participantes. Valdomiro Leite comentou que fizeram simulações de problemas que interferem na qualidade do leite in natura e os laboratorialistas demonstraram a tecnologia disponível para detecção dessas ocorrências com precisão.

Outra importante ação foi a “Capacitação para Transportadores de Leite” patrocinados pelo LATCO tendo sido convidado o Med. Vet. Maicon Puertas Sorriha da Silva, técnico da Associação Paranaense dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa – APCBRH, para orientar os produtores e transportadores de leite visando atender os parâmetros de qualidade preconizados pelas Normativas 76 e 77 do Ministério da Agricultura.

Outra importante ação foi a “Capacitação para Transportadores de Leite” patrocinados pelo LATCO tendo sido convidado o Med. Vet. Maicon Puertas Sorriha da Silva, técnico da Associação Paranaense dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa – APCBRH, para orientar os produtores e transportadores de leite visando atender os parâmetros de qualidade preconizados pelas Normativas 76 e 77 do Ministério da Agricultura

A implantação e crescente interesse por Sistemas de Produção de Leite em confinamento através de Free stall e Composto de Barn no município de Realeza mereceu um espaço destacado durante a semana. Monitoramentos do período de transição, doenças que interferem na locomoção, nutricional e reprodutivo foram temas abordados pelo Med. Vet. Anderson Bedin mediados pelo Extensionista César Paz.

A AVESSIL contribuiu com a “Semana do Leite” trazendo o Consultor Ederson Lenz da Biotrigo para uma reunião técnica sobre alternativas de pastagens de inverno com ênfase as novas variedades de trigo para pastejo e ensilagem. Lens detalhou aspectos de implantação de cada variedade, ciclo, manejo, fertilidade, rendimentos e valores nutricionais para produção de carne e leite

O Extensionista Odir Basso utilizou a Unidade de Referência da Família Horn – Linha Beija Flor, para uma Visita Técnica juntamente com o Med. Veterinário Lucas Queiroz, onde abordaram conteúdos referentes ao manejo de pastagens perenes, instalações adequadas e boas práticas para obtenção de qualidade. Basso alertou para a necessidade de aplicar ferramentas de gestão econômica da atividade para melhor ajuste no sistema, equilibrando área, número de vacas e mão de obra.

Na Unidade de Referência de propriedade da Família Lubke na Linha Marmelândia, que é acompanhada pelo Extensionista César Paz, o foco foi à gestão com ênfase em conforto animal através da implantação de sistema silvipastoril. O Eng. Flor. Lucas Lubke detalhou a tecnologia de implantação desde o planejamento partindo do controle antecipado de formigas cortadeiras, escolha das espécies, espaçamentos, correção e modo de plantio de forma a propiciar um ambiente harmônico entre pastagem, árvores e os animais.